quinta-feira, 9 de junho de 2011

Chuva...

Eu normalmente gosto da chuva
Do cheiro de terra molhada que ela deixa
Dos pássaros cantando depois que ela se vai
Mas a chuva não cai da mesma maneira para todos
As vezes vem lenta
As vezes densa
As vezes traz o arco íris
Outras não
As vezes é uma
Chuva de esperança
Que molha a terra
Devolve a vida
Renasce no verde
Enchem as cisternas áridas
As vezes
Chuva de amor
Que lava o próximo com solidariedade
Que o banha de caridade sem olhar a quem
Tem
Chuva de carinho
Com bandeja de café na cama
Edredom quentinho e beijinhos
Chuva de saudades
Que nos inunda inesperadamente
Levam pessoas amadas 
Que não deveriam levar...mas levam
E nos lava de lágrimas
Chuva que é mais que chuva
Tempestades, furacões, tornados
Nos deixam sem chão
Casamentos que se acabam
Amores que se vão..
Problemas financeiros
Chuva...
Pode sim ser destrutiva, terrível,
impiedosa
Mas na maioria das vezes é tranquila
Adorável, fresca, renovadora,
Feliz e Bem-vinda!!
Bjs
Borboleta

22 comentários:

  1. Belo Poema, o teu.
    Tem desde a alegria das primeiras chuvas, terra molhada, até ás mais terríveis tempestades.

    Sabes, o Amor, como a chuva, tem o seu encanto quando doseado. A chuva refrescante alegra e aconchega o coração. Se vier demais, violenta ou forte, derruba o encanto do que nos sustenta.

    O Amor, não tem idade, como muito bem dizes (disseste)
    Amor é... Amor.

    Obrigado pelo te carinho.

    Beijo

    SOL da Esteva
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, anônima borboleta.

    Sempre vi um encanto todo especial nas borboletas. É que além de elas saberem apreciar as cores mais sutis das inúmeras flores, também deixam na mão de quem as toca um brilho todo especial.

    Parabéns pelo lindo poema, sensibilidade pura.

    Abç

    ResponderExcluir
  3. Também eu gosto de chuva. Mas não é esse o motivo que me leva a considerar este teu poema lindíssimo!!! Ele cheira a poesia e está bem estruturado. Parabéns!!!
    Obrigado pela visita.

    Beijos,

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Simplismente maravilhosa, essa poesia...
    Adoro a chuva, banho de chuva...
    "Chuva de carinhos"...Que lindo!
    Beijo na alma
    Saudações Poéticas!

    ResponderExcluir
  5. Também adoro a chuva. Em qualquer uma das possibilidade que você sitou, a chuva é sempre bem vinda.
    Bjux

    ResponderExcluir
  6. Olá borboleta, por coincidência eu coloquei a música Rain and Tears do Aphrodite'e Child como fundo músical hoje, amanheceu chovendo muito por aqui. Que bo que gostou de meu blog, e olhe...não sou professor, sou um aprendiz como todo e qualquer mortal.
    Gosto de um pensamento de Einstein:
    "O conhecimento é limitado mas a imaginação é infinita", estou te seguindo, bjs e sucesso!

    ResponderExcluir
  7. Chuvinhas, chuvas e chuvonas! Todas reunidas pra fazer seu belo poema se derramar.
    Parabéns borboleta!
    beijokas

    ResponderExcluir
  8. Linda sua postagem..leve como as borboçletas!!
    bj

    Ma

    ResponderExcluir
  9. lindos versos molhados de carinho..
    chuva que irriga amores..
    beijos linda borboleta
    obrigada pelo carinho no Perfumes

    ResponderExcluir
  10. Poema lindo e sensível a melhor coisa também seria chuva de amigos
    Sempre uma vez eu escrevi que amigos sonham pela gente ate mesmo
    Quando não acreditamos mais... Pelo menos o verdadeiros amigos.beijosss
    Uma sexta cheinha de chuviscos de amor e paz!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  11. Bom dia BORBOLETA! lindo o poema acima,como tudo lindo aqui estou te seguindo,fique com DEUS e bom fim de semana :)
    http://mariahkely.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Borboleta ( hummm adoro esse nome)
    Lindo, lindo, seu blog é maravilhoso nao me canso de olha-lo...
    beijos e bom final de semana
    Milton

    ResponderExcluir
  13. Chove chuva , chove sem parar.......
    Linda borboleta, quanto tempo, que saudade da sua presença em meu jardim.
    Saiba que as flores que crescem em meu jardim, são belas, mas a sua beleza fica incompleta sem a sua presença.
    Saiba, que é vital para elas (flores), que pouse nelas e transporte seu polém, para outras flores.
    Pois neste ato, existe uma troca de sentimentos, muito bonita, muito gostosa e muito intensa.
    gostaria de pedir desculpas se o cachorro feioso, te assustou , se eu soubesse que iria te causar tal medo, não teria postado a foto!
    Tudo menos assustar a linda borboleta que de tempos em tempos , embeleza e alegra o meu habitat natural.
    Este teu poema sobre a chuva, me fez refletir, ela não é mais um poema bonito que você costuma escrever.
    Eu nunca parei para pensar, mas a chuva como a vida tem um significado para cada pessoa.
    Apesar de ter dificuldades em interpretar poemas devida a sua complexidade de significados, acredito que compreendi este poema perfeitamente.
    Por esta razão acredito que estamos em sintonia, o jardineiro , as flores e a borboleta!
    Muito obrigado por viver na mesma época em que vivo,por interagir comigo, e por ser este ser de luz e manifestar a sua beleza por onde passa!
    Te adoro, NAMASTÊ!

    ResponderExcluir
  14. Borboleta,

    a chuva se faz necessária para limpar a natureza de energias ruins.
    Amo a chuva e a energia limpa que traz depois...
    Estive sem internet, por isto estava sumida.
    Saudades e beijos,
    Suzana Drummond

    ResponderExcluir
  15. Lindo como todos
    Entao desejo a voce uma chuva de alegria, de paz e de serenidade para continuar assim sendo uma borboleta que voa.
    Beijo amiga

    ResponderExcluir
  16. Olá Borboleta, vim conhecer seu espaço, muito simpático! Adoro o barulhinho da chuva e a música da Marisa Monte, barulhino bom! linda sua poesia. bjs!

    ResponderExcluir
  17. Gostei bastante do Blog.
    Muito interessante !

    É bom ver a cada dia que passa mais originalidade nessa "blogosfera". :)

    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir..;
    http://bolgdoano.blogspot.com/

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  18. Adorei o seu blog,conhecei seu link em visita no blog de amigo(a).Tudo aqui é muito de cada ser,adorei mesmo os seus posts.Espero que me visite e sejamos amigas.Já sou sua seguidora.
    Felicidades no seu caminhar.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  19. Olá Borboleta!!

    Vc esta sumida meu amor- esta tudo bem?

    Um beijo

    ResponderExcluir
  20. Bom dia!
    Que lindo poema que fala da natureza.
    Chuva faz germinar a semente da terra.
    A chuva crescer as plantas e fazer que de frutos
    a chuva de problemas faz com a gente cresça e madureça, adquirindo a sabedoria de viver a vida com muita alegria.
    amo a chuva vindo com serenidade, é claro.
    Tenha um lindo dia, coberto com muita paz e alegria.
    Abraço frateno
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  21. Adorei o post ..
    mas o que mais gosto da chuva é seu cheiro marcante e seu barulho insinuante!!
    seu blog é cheio de luz!
    Parabénss
    V.C

    ResponderExcluir
  22. Borboleta, quantas linguagens tem uma chuva não é mesmo! Que bela sacada!
    Belo poema mesmo!

    Eu aproveito para te convidar para o aniversário do Versos de Fogo, amanhã dia 18, convidada de honra, apareça pois te quero bem demais!

    Bjus de Luz!

    ResponderExcluir

Comentário dos que voam comigo...