quinta-feira, 5 de julho de 2012

Intenso...


Gosto do que é intenso
É assim que eu sou
O morno não me atrai
É sem graça.....Sem cor....E sem sal
E pior...Sem vida!
Não...definitivamente não gosto
Gosto da intensidade da vida
Do exagero na alegria
Da espontaneidade da alma se derramando
De me deixar contagiar com a alegria dos amigos
Adoro quem ousa, quem arrisca
Quem não se contenta em apenas
Olhar o arco íris e imaginar se existe um pote de ouro o esperando
Mas que larga tudo e vai buscar seu ouro
Acreditando que ele esteja lá
Correndo todos os riscos
Vivendo todas as aventuras
Com todas as suas cores provocantes
Com toda sua loucura insensata
E se lá não estiver
Que problema há?
Nenhum!
Porque a viagem até lá
Vale muitoooo a pena!!
Pior é passar a vida somente imaginando
E morrer com a dúvida do "E SE..."
Bjs
Borboleta

8 comentários:

  1. Oi Borboleta...lindo seu poema...cheio de emoção!!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, perfeito! Lindo! Gostei demais!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Esqueci de te pedir, gostaria de usar esses versos num trabalho meu, mas como indico sua autoria? "Borboleta" mesmo?

    Meu e-mail é marciaalbq@hotmail.com
    Se puder entrar em contato te explico melhor.
    Adorei seus versos!

    ResponderExcluir
  4. Querida Borboletinha...

    Tem toda razão. Do contrário, que graça
    teria nossa jornada nesse nosso querido planeta?

    Por isso, quero viver assim, como você. Intensamente...
    Às vezes, andando. Outras vezes, correndo.
    Correndo pela alegria e pelo bom crescimento.
    Correndo pelos desafios e pelas descobertas.
    Correndo pela paz e pelo amor.
    E, para sempre, correndo pela graça de alcançar a luz e pela alegria
    de viver uma vida merecedora de desejos.

    Parabéns pelo texto, e pela vibrante maneira de viver e de olhar a vida.

    Um beijo muito grande,

    Maü Cardoso.

    ResponderExcluir
  5. Um dos mais lindos que já escreveu, linda Borboleta. Tamém aqcho, devemos ser intensos, fazer as coisas com ardor e tentar sempre. Melhor até errar, do que ficar co ma sensação de ficar pergutando, de como seria se tivesse tentado. Aí a gente não se perdoa, por ter parado no caminho. beijos. Em tempo: Qual é a cor dessa Borboleta??? Não precisa responder, deve ser multicor.

    ResponderExcluir
  6. Como dizia o poeta: "A vida só vale a pena se a alma não é pequena". Grande beijo pra vc
    saudades

    ResponderExcluir
  7. Olá , seu blog é muito bom, e desde já quero dar-lhe os parabéns, meu nome é: António Batalha, e quero deixar-lhe um convite, se quiser fazer parte de meus amigos virtuais no blog Peregrino E Servo ficarei muito radiante. Claro que irei retribuir seguindo também seu blog.Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que Seja feliz você e sua casa.

    ResponderExcluir
  8. Muito interessante o Blog !

    Embora tenha visto rapidamente, gostei bastante e te convido para conhecer, seguir... meu espaço:

    http://www.bolgdoano.blogspot.com.br/

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir

Comentário dos que voam comigo...